October, 30th 2019 | 3 min read

O Brasil e os Estados Unidos mantêm um relacionamento próximo e de longa data. Os EUA foram o primeiro país a reconhecer a independência do Brasil, enquanto o Brasil foi o único país da América do Sul a lutar ao lado dos aliados na Segunda Guerra Mundial. Hoje, as duas maiores democracias do hemisfério ocidental colhem os benefícios de um acordo comercial, com empresas brasileiras exportando USD 37,5 bilhões em bens e serviços para os EUA em 2018. 

O mercado norte-americano representa uma oportunidade importante para as empresas brasileiras. Com mais de 327 milhões de pessoas, esse mercado é 50% maior que o mercado brasileiro, enquanto a moeda estável do país e hábitos de consumo incomparáveis ​​fazem do mercado norte-americano o sonho de um empresário brasileiro. Harry Broadman, CEO da Proa Global Partners LLC, afirma que os EUA são "um dos mercados mais abertos e acessíveis do mundo para empresas estrangeiras".

No entanto, existem algumas considerações importantes das quais você deve estar ciente antes de entrar no mercado, abrangendo desde novas regras e regulamentações até aprender como enviar e receber dinheiro dos Estados Unidos.

Requisitos para uma empresa brasileira nos EUA

Existem vários ajustes que sua empresa precisará fazer para obter sucesso. Para começar, você precisa entender questões regulatórias e exigências legais. Cada setor tem suas próprias regras e, ao trabalhar nos Estados Unidos, as empresas estrangeiras precisam estar cientes das regulamentações federais, estaduais e municipais específicas para seu setor.

Dependendo do setor, poderá ser necessário obter licenças para cada estado onde você opere. Em vez de considerar os EUA como uma única entidade, é melhor que as empresas brasileiras considerem o país como 50 entidades semelhantes com cultura e idioma comuns, mas com exigências legais diferentes. 

Muitas empresas em transição para os EUA também têm dificuldade para entender o tipo de democracia do país. Elas acreditam que, se conhecerem as pessoas certas ou se fizerem ouvir por responsáveis administrativos, poderão levar seus negócios adiante. Na verdade, as empresas estrangeiras mais bem-sucedidas são aquelas que se concentram em fazer as coisas, em vez de estabelecer conexões. 

Assine a nossa newsletter

Marketing nos EUA

Antes de abrir seu primeiro escritório ou vender serviços on-line, você precisará desenvolver uma narrativa americana em inglês. Os americanos adoram marcas que tenham ótimas histórias. Pesquise seu mercado e crie a história ideal para sua empresa. 

Também é importante entender a natureza da imprensa livre. Os editores de jornais e revistas têm o direito de veicular qualquer matéria, mas eles somente publicam artigos que serão do interesse dos seus leitores. Ao criar a narrativa da sua marca, considere os tipos de matérias que as agências de notícias já estão veiculando. Por exemplo, seu produto de saúde salva vidas ou sua tecnologia promove disrupção em um setor existente? Se você puder explorar a história certa, a imprensa irá contá-la aos leitores.

Gestão das suas atividades financeiras

Conquistar a confiança dos seus clientes geralmente é algo ignorado pelas empresas estrangeiras que tentam entrar em um novo mercado. É importante fazer isso porque os consumidores não gostam de gastar dinheiro com empresas que não conhecem. Uma maneira de conquistar a confiança é incentivar seus clientes a deixarem comentários positivos no Google, TrustPilot, Yelp e outros sites de avaliação. 

O uso de mecanismos de pagamento norte-americanos no seu site também é outra forma de estabelecer essa confiança. Se o mecanismo de pagamento parecer estrangeiro, os consumidores americanos encontrarão outro fornecedor que proporcionará uma experiência de compra mais confortável e segura.

Além disso, você também vai querer que suas contas bancárias operem como uma conta local. Embora você possa tentar abrir uma conta bancária nos EUA, geralmente é necessário viajar para os Estados Unidos e comprovar que você é um negócio real e legítimo, além de ter que esperar que o banco escolhido esteja disposto a abrir contas de empresas estrangeiras. 

O uso de uma solução alternativa, como uma carteira eletrônica corporativa ou outro tipo de provedor de serviços de pagamento, fornecerá todos os benefícios de um banco local, sem as complexidades de abrir uma conta nos EUA. Encontre um serviço especializado de carteira eletrônica corporativa que permita enviar e receber fundos da conta como se você estivesse fisicamente localizado nos EUA. 

A solução certa de carteira eletrônica facilitará a transferência internacional de fundos sem taxas exorbitantes e permitirá o câmbio de moedas com o clique de um mouse. À medida que seus negócios continuarem crescendo, sua carteira eletrônica poderá crescer com você, possibilitando a gestão de fundos de qualquer lugar do mundo, em qualquer quantidade de moedas.

Expansão internacional

Ao expandir internacionalmente, você deve se concentrar na sua estratégia de negócios e não em pagamentos transfronteiriços, contas com várias moedas e serviços de pagamentos globais para estabelecimentos comerciais. Deixe que os profissionais da MoneyNetint forneçam a você a solução personalizada de carteira eletrônica corporativa, permitindo que você se concentre em penetrar em novos mercados e em expandir seus negócios.

Latest Blogs

MoneyNetint Forms Strategic Partnership with AFEX to Expand Network

MoneyNetint, a leading international payment solutions provider, announced a strategic ...

5 Ways for Affiliate Marketers to Manage Risk

There are many ways to earn significant revenue from affiliate marketing, but in ...

We’re a Finalist in the British Bank Awards 2020

We’re delighted to share the news that we’ve been named a Finalist in the British Bank ...